Os 5 hábitos das pessoas bem sucedidas

sucesso ana sasso pessoas bem sucedidas

Da ótima página Capirotinho

O que é sucesso para você? Já contei que ler sobre o estilo de vida de outras pessoas só me fez mal e criou uma ansiedade que não dou conta. Até um tempo atrás, do alto de minha inocência, acreditava que sucesso estava obrigatoriamente ligado a dinheiro. E é óbvio que dinheiro facilita (muito) a vida. O problema é que, a partir do momento que dinheiro não é mais um problema, a gente começa automaticamente a procurar outras coisas que não se compram: saúde mental, felicidade interior, amor.

Antes de ir para o hospício, onde permaneceu até a morte, Camilie Claudel escreveu em carta para Rodín, em 1886:

“Existe sempre alguma coisa ausente que me atormenta”

A máxima é verdadeira – pelo menos pra mim. A partir do momento que conquisto algo que quero muito, já estou infeliz a procura de qual será meu próximo objetivo. E, como boa ansiosa, sofrendo por não saber quando vou alcançá-lo. E assim caminho, sempre a procura de algo a mais, na tontura e angústia de tudo aquilo que me falta.

E, em uma dessas noites em que o próprio capirotinho senta na nossa cama para bater um papo madrugada a dentro, me surgiu essa questão: e se tudo aquilo que desejei ser aos 17 não cabe mais em mim? Ou pior: e se tudo o que eu pensava não passar de algo que, em algum momento da vida, alguém me disse que era sucesso?

stu rugrats 4 o clock

Em tempos de buzzfeedização de conteúdo, foi assim que surgiu essa lista. Observando as pessoas que admiro – e aquelas que eu quero passar longe (he-he).

1) Elas abraçam

Da última vez que conheci uma pessoa que abraçava, minha primeira reação foi pensar que era um maníaco, mas acabei descobrindo uma das pessoas mais doces, inteligentes e interessantes que já passaram pelo meu caminho. Por que mesmo a gente (eu) perdemos esse hábito?

2) …e escutam as outras

Em um mundo onde quem fala mais alto, (acha que) vence; em que as pessoas já fazem perguntas com um discurso pronto para a réplica, como é difícil parar e escutar o que o outro tem a dizer, né? Experiência, status ou valor social nem sempre valem mais que o bom e velho diálogo.

3) Não tentam enganar as pessoas nem pensam que SEMPRE sabem mais que os outros

Pessoas bem sucedidas são bem sucedidas, ponto. Não precisam passar a perna no amiguinho, omitir informações ou desacreditar na inteligência do outro. Vale também para levar Itaipava e beber Heineken no churrasco de domingo ;)

4) Não entram em discussões políticas na internet

Acho que vale incluir aqui: não leem comentários de portal, não são comentaristas de portal, não ofendem quem tem opiniões contrárias  – o que é bem diferente de ser aberto a discussões, vale dizer. 

5) Fazem maratonas de Netflix

Provavelmente aos domingos. De pijama. O dia todo. Porque, em meio a tanta problematização da vida, a gente precisa (e merece!) mais momentos de ócio.

EXTRA: Ignoram todas as regras – e são felizes sem invadir o espaço do outro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s