Um conselho

Você, que acorda na madrugada suando frio e tem que levantar para anotar – ou botar em prática – uma ideia. Você, que não consegue dormir cedo porque as melhores ideias sempre aparecem no silêncio da noite. Você, que pensa em perfeccionismo todas as vezes que te perguntam seu maior defeito. Você que, na verdade, é apenas inseguro.

Você, cujo signo/lua/sol/estrelas/céu é virgem. Você, que briga com suas criações e as analisa/revisa um milhão de vezes antes de publicá-las ou mostrá-las para o mundo.

Publique. Deixe que sua criação durma no papel e, na manhã seguinte, publique-a.

Vou te contar um segredo: nunca conheci uma pessoa insegura cujas criações fossem ruins. O oposto, na verdade, acontece com muita frequência. Não sou nenhuma crítica do New York Times mas, quase todas as vezes que alguém me pede para avaliar algo e inicia a conversa dizendo que aquilo “está muito bom”, na grande maioria das vezes não está.

Duvide. Duvide sempre do que você pode fazer. Questione-se. Um amigo me disse certa vez que “só quem duvida de si mesmo pode ser bom”. Questione seus amigos – os verdadeiros falarão a real. Mas não deixe nunca que essas duvidas o impeçam de publicar. Quando se faz isso, abrimos possibilidades para pessoas que se identificam com o que a gente acredita se aproximem.

Ah! E leia Grande Magia – Vida Criativa Sem Medo, da Elizabeth Gilbert (foi de onde surgiu a ideia para esse texto).

Esse texto foi originalmente publicado no COLETIVO WE LOVE. Você pode ler mais textos como esse aqui :) 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s