as porteñas estão cansadas

é difícil passar por alguma esquina de buenos aires sem ver muros com palavras de ordem. a argentina passa por um momento histórico e são nos muros que se discute a violência do estado, o desaparecimento de corpos, o feminicídio, o feminismo e, até, a morte de marielle. são nos muros que vemos que não estamos tão distantes assim.
as cidades são das pessoas e os muros ilustram o que ainda pouca gente tem coragem de discutir. por isso talvez ainda seja tão difícil para muita gente aceitar esse tipo de arte.

olhar para os muros é, principalmente, olhar para fora. para o que está além da nossa realidade e dos nosso privilégios.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s